Irashaimasse... Este espaço é "irmão" da comunidade do orkut Movimento Dekassegui no Japão. Chamei-a assim porque há muitos dekasseguis (pessoas que saem de sua terra natal para trabalhar temporariamente em outro lugar) e eu faço parte desta comunidade de filhos e netos de japoneses que migraram para o Brasil. Domo arigato gozaimasu.

segunda-feira, 7 de maio de 2007

Serviço de entrega de encomenda: rápido e seguro

"Takkyuubin" é um nome registrado pela Yamato mas é usado popularmente para descrever esses serviços

(do IPC on line)
Os serviços funcionam 24h e também durante os finais de semana e feriados, mas nestes, o horário é mais restrito ( )

Os serviços funcionam 24h e também durante os finais de semana e feriados, mas nestes, o horário é mais restrito


É difícil quem nunca tenha visto em plena cidade uma frota de "pelicanos", "gatos pretos" e "panteras". Essa movimentação é um dos principais meios de deslocamento de materiais no Japão. Quem, por exemplo, assistiu ao desenho animado Majo no Takkyuubin, sobre uma bruxinha que transporta encomendas em sua vassoura, já deve estar familiarizado com o sistema de entrega de pequenos pacotes existente no Japão.

Trata-se do serviço de entrega de encomendas chamado de takuhaibin, que ficou mais conhecido como takkyuubin, que, como outros produtos, pegou o nome de uma das marcas mais populares "emprestado".

Takkyuubin é um nome registrado pela empresa Yamato Holdings Co. Ltd. (mais conhecida como Kuroneko, por seu símbolo, um gatinho preto). Somente a empresa tem o direito de usá-lo, mas como ela foi pioneira, o próprio nome da empresa virou sinônimo para indicar o serviço de entrega de pequenas encomendas.

É uma forma prática e relativamente barata de enviar bagagens, produtos, documentos e pequenos volumes para qualquer parte do Japão e para o exterior. A área de abrangência varia conforme a empresa, pois todo o transporte é feito por funcionários e veículos próprios (exceto durante o traslado aéreo, marítimo ou fluvial). Algumas empresas oferecem atendimento em inglês (veja contatos ao lado).

O cliente pode levar a encomenda até as lojas de conveniência conveniadas e escolher por qual empresa enviar ou ir até o escritório mais próximo. O serviço pode ser feito porta a porta, sem taxa extra para que a empresa busque o material em casa, geralmente para encomendas de grande porte. A empresa deve ser contactada por telefone ou via internet.

No caso de bagagens, geralmente as empresas mantêm pontos de atendimento em aeroportos, bem próxima às áreas de desembarque. Quem já andou pelos trens do Japão no horário de pico, sabe que não é fácil e nem divertido carregar volumes extras.

Outra comodidade é a possibilidade de determinar a hora em que o entregador vai chegar. Assim, não há o risco de ficar esperando pela encomenda ou estar fora de casa no momento da entrega. O funcionário da empresa também costuma ligar para a pessoa antes de se dirigir ao endereço. Se houver algum contratempo, pode-se renegociar o horário da entrega.

Existe o envio do pacote com pagamento antecipado (motobarai) e o pagamento quando o destinatário recebe (chakubarai). Na hora de preencher o formulário é necessário especificar qual é o tipo de envio. Ainda há o serviço de entrega de produtos que necessitam cuidado quanto a temperatura. Neste caso é necessário especificar se o produto deve ser transportado de forma refrigerada ou congelada.

Hoje, além dessas entregas, as mesmas empresas fazem mudanças, transportes de materias para golfe e esqui, e pacotes de 60 a 160 cm por ar, terra e mar e também em outros continentes. Além disso, também recebem pedidos via celular.


Tradição

De acordo com o site da Sagawa Express, o cônsul-geral britânico no Japão no final da era Edo, Sir Rutherford Alcock, escreveu sobre o hikyaku, como eram chamados os mensageiros expressos naquele tempo.

"Eles se movem rapidamente e podem correr cerca de 850 milhas de Nagasaki a Hakodate em nove dias. São confiáveis e quase sempre chegam em tempo". Dizia-se que os hikyaku arriscavam a vida nas entregas com o lema de que "a encomenda é tudo".

Esse espírito foi adotado pelas empresas de transporte japonesas, como a Sagawa Express, que usa o nome hikyaku para seus serviços, mesmo, como grande parte delas, tendo surgido após a Segunda Guerra Mundial.

Nos primeiros meses da empresa, fundada em 1957, os pacotes eram carregados pelos entregadores. Seis meses depois, passaram a usar bicicleta. Em seguida, motos, hikishás e caminhões.

A pioneira em fazer entregas de encomendas além do serviço de correio foi a Yamato Holdings Co. Ltd., que foi fundada em 1919 e iniciou os serviços com quatro caminhões que poderiam ser alugados pelos clientes.

O famoso logo da empresa, uma gata preta carregando seu filhote, foi definido em 1957 e foi uma forma criativa e graciosa de indicar que a empresa transportaria as encomendas com o cuidado que uma mãe tem ao carregar seu filho.


Acompanhamento

Além da vantagem de receber e entregar os volumes transportados na casa dos clientes, as empresas transportadoras disponibilizam na internet um mecanismo de consulta para acompanhar a trajetória do pedido. Também existe um serviço via e-mail que avisa quando o pacote foi entregue.

Esse acompanhamento permite que o cliente fique mais tranqüilo em relação à segurança do pacote. Se quiser, pode-se optar ainda por um seguro especial para o pacote, geralmente para objetos valiosos, mas qualquer problema durante o transporte é de responsabilidade da empresa. Elas garantem o ressarcimento de um artigo semelhante, no caso da Yamato, no valor de até ¥ 300 mil. Antes de efetuar o traslado, é feita a verificação da embalagem para ver se o produto está acondicionado de forma apropriada.


Como utilizar o serviço


Principais transportadoras japonesas:


Quanto custa mandar uma encomenda?


Os preços cobrados pelas empresas de entrega variam de ¥ 740 a ¥ 62.510. O que interfere no valor da remessa:


  1. Prioridade - As empresas possuem diversos tipos de prazos para a entrega da sua encomenda. Algumas até se comprometem a levar até o destinatário, geralmente documentos, no mesmo dia. O prazo normal é de um dia se o local de retirada e entrega for na mesma região do país. Quanto mais expresso, mais caro o serviço.
  2. Tamanho e peso - Existe uma tabela com medidas e pesos para cada tipo de serviço prestado. O preço varia de acordo com certos limites e não conforme as medidas exatas da encomenda.Um pacote de 1,250kg e 65 cm de altura, por exemplo, poderá ser tarifado como "até 2kg" e "até 80 cm". Recentemente, uma nova modalidade de takkyuubin, da empresa Yamato, permite que materiais de até 1 cm de espessura e tamanho A4 (folha de sulfite) sejam enviado para qualquer parte do Japão por apenas ¥ 80.
  3. Localidade - Geralmente para destinatários localizados em ilhas distantes ou locais montanhosos, mesmo dentro do território japonês, aumenta o prazo de entrega em um dia. Se a encomenda for para o exterior, o prazo é diferente.
  4. Meio de transporte - Aviões, navios e trens, além da própria frota de caminhões, são utilizados na distribuição dos pacotes.


:: Correios - Os correios japoneses também prestam os serviços de entrega de pequenas encomendas e, assim como as empresas privadas, também recebem os pedidos em algumas lojas de conveniência.


Preencha o formulário


Disponíveis apenas em japonês, os formulários de encomenda requerem certos cuidados ao serem preenchidos. Fique atento aos seguintes termos:

japonês

português

kanji

OtodokesakiDestinatário

お届け先

GoirainushiRemetente

ご依頼主

Yuubin BangooCódigo postal

郵便番号 

Denwa BangooNúmero de telefone

電話番号

JuushoEndereço

住所

ShimeiNome

氏名 

Otoiawase Denpyoo BangooNúmero da remessa

お問い合わせ伝票番号 

UketsukebiData de envio

受付日

Otodoke YoteibiData que deve ser entregue

お届け予定日 

GozenchuuNo período da manhã

午前中

HinmeiNome do produto, tipo de produto- especificar se a encomenda é perecível ou frágil

品名