Irashaimasse... Este espaço é "irmão" da comunidade do orkut Movimento Dekassegui no Japão. Chamei-a assim porque há muitos dekasseguis (pessoas que saem de sua terra natal para trabalhar temporariamente em outro lugar) e eu faço parte desta comunidade de filhos e netos de japoneses que migraram para o Brasil. Domo arigato gozaimasu.

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Como funcionam as creches japonesas

Jornal Tudo Bem - Como funcionam as creches japonesas

Como funcionam as creches japonesas
As hoikuen, creches japonesas, são uma boa opção para mães que trabalham em período integral; algumas já abriram inscrições

Algumas regiões estão com as inscrições abertas para solicitar uma vaga em creches japonesas (hoikuen), para início em abril do próximo ano. O período de requisição varia de acordo com a região, portanto, é aconselhável que pais ou os responsáveis pela criança procurem a prefeitura local para tirar dúvidas e obter mais informações.

Vale lembrar que as creches podem receber uma criança em qualquer época do ano, mas nem sempre há vagas disponíveis.

Na maioria das cidades, não é obrigatório matricular o pequeno na creche mais próxima da residência, como ocorre quando uma criança entra no shoogakko (ensino fundamental) e chuugakko (ensino médio).

Para saber o funcionamento básico do sistema de inscrição, bem como é o dia-a-dia de uma creche japonesa (hoikuen), leia o quadro ao lado (sujeitas a alterações conforme a região).

DEPOIMENTO

Acabei de mudar para Konan (Aichi) e estava esperando a chegada deste mês para inscrever o meu filho em uma creche da prefeitura. Eu queria colocar o Enzo em uma creche japonesa para ele aprender o idioma e também porque escutei que essas creches cuidam bem das crianças. Além disso, visitei os locais e realmente gostei mais da estrutura das creches japonesas. Eu e o pai do meu filho não sabemos nihongo, só conhecemos algumas palavras e frases e acredito que se ele for para uma creche oferecida pelo Japão, seremos obrigados a entender o que ele está falando e, dessa forma, nos incentivaria mais a estudar
Claudia Yoscimoto, 32 anos, e seu filho Enzo Yoscimoto de Andrade, 2 anos, de Konan (Aichi)

TIRE SUAS DÚVIDAS

Quem pode solicitar a inscrição
• pais ou responsável que têm crianças de até 5 anos de idade
• pais que trabalham fora
• pais que trabalham em casa, mas que não têm condições de cuidar da criança
• responsável que possui doença, está internado ou é portador de deficiência física ou mental
• crianças que possuem pais falecidos, desaparecidos ou detidos
• gestantes
• mães em período pós-parto
• responsável que tem previsão de trabalho

Documentos necessários
• formulário de requisição
• comprovante de trabalho
• comprovante de renda
• documento da criança
• documento dos pais

Mensalidade
A mensalidade é calculada com base no valor do imposto de renda, imposto municipal da província e imposto sobre bens imobiliários referente ao ano anterior dos pais da criança. Em alguns casos, quando o avô ou a avó moram com o neto, por exemplo, o valor é computado. A tarifa também é definida de acordo com a idade da criança e há diferenças dependendo da região. Em média, a mensalidade varia de 3,1 mil a 59,4 mil ienes para crianças abaixo de 3 anos. Já para crianças acima de 3 anos de idade, o valor varia de 2,1 mil a 22,6 mil ienes.

Cancelamento
Em casos de desistência, é necessário realizar o procedimento de cancelamento da vaga. Caso contrário, as mensalidades continuarão a ser cobradas.

Características
• a comunicação realizada apenas em língua japonesa. Os professores fazem leitura de livros, realizam teatros e programam muitas brincadeiras
• não há televisão
• são realizadas atividades anuais como hanabi, gincana esportiva, plantação de arroz, Natal com a participação de Papai Noel e excursão com os pais
• geralmente, as creches abrem a partir das 7h30 e fecham a partir das 15h com extensão máxima até 19h, de segunda à sexta-feira, dependendo da creche. Algumas não abrem aos sábados. O horário para aquelas que funcionam nesse dia é até às 12h
• bebês não tomam banho no local
• há reunião de pais duas vezes por ano, mas a creche está à disposição dos pais a qualquer momento para tirar dúvidas
• a criança escreve um diário em íngua japonesa na classe
• a creche oferece ampla área de lazer, com piscina, playground, animais pequenos como coelhos, além de vários instrumentos musicais
• a maioria das creches solicita um período de até dez dias de adaptação da criança. Nesse caso, é importante que os pais tenham tempo disponível para acompanhar essa fase

Reportagem: Karina Morizono, de Gunma