Irashaimasse... Este espaço é "irmão" da comunidade do orkut Movimento Dekassegui no Japão. Chamei-a assim porque há muitos dekasseguis (pessoas que saem de sua terra natal para trabalhar temporariamente em outro lugar) e eu faço parte desta comunidade de filhos e netos de japoneses que migraram para o Brasil. Domo arigato gozaimasu.

segunda-feira, 21 de maio de 2007

Dekassegui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O termo dekassegui (出稼ぎ) é formado pelas palavras japonesas deru (出る) (sair) e kasegu  (稼ぐ) (ganhar dinheiro), designando qualquer pessoa que deixa sua terra natal para trabalhar, temporariamente, em outra região. Por exemplo, os japoneses que vivem em Hokkaido e que vão aos grandes centros a trabalho - como Tokyo e Osaka - também são chamados de dekasseguis. Da mesma forma, assim são igualmente denominados os brasileiros, peruanos e outros latino-americanos que emigram para o Japão.

No início do século milhares de japoneses imigraram para outros países com o intúito de fazer fortuna e voltar para o Japão. No caso do Brasil a imigração começou em 1908 com a vinda de 781 camponeses principalmente da região de Hiroshima.

Chama-se "fenômeno dekassegui" tal imigração de brasileiros, que teve seu início no fim da década de 1980. Oficialmente, iniciou-se em junho de 1990, com a mudança na legislação de imigração japonesa, permitindo ao descendente de japonês (nikkei, 日系) receber um visto de trabalho no país. Entretanto o visto para descendentes de japoneses é concedido até a terceira geração (Sansei), no caso da quarta geração (Yonsei) quando filhos, faz-se necessário a companhia dos pais (3º Geração).

Em 2005 o Ministério da Justiça estimou que 302 mil brasileiros vivem no Japão legalmente, enviando todos os anos entre 1,5 e 2 bilhões de dólares para o Brasil. Os brasileiros representam o terceiro maior contingente imigrante no Japão, apenas atrás dos chineses e dos coreanos. No Brasil, é contabilizado como o terceiro maior grupo vivendo fora do país. Em contrapartida no Brasil está a maior concentração de descendentes de japoneses fora do Japão.

Atualmente as maiores concentrações de brasileiros no Japão se encontram em Aichi (Nagoya), Shizuoka (Hamamatsu) e Gunma (Oizumi)