Irashaimasse... Este espaço é "irmão" da comunidade do orkut Movimento Dekassegui no Japão. Chamei-a assim porque há muitos dekasseguis (pessoas que saem de sua terra natal para trabalhar temporariamente em outro lugar) e eu faço parte desta comunidade de filhos e netos de japoneses que migraram para o Brasil. Domo arigato gozaimasu.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Folha Online estréia hoje um site especial sobre a imigração japonesa

Estréia hoje na Folha Online o site especial sobre os cem anos da imigração japonesa no Brasil, que teve início em 18 de junho de 1908 com a chegada de 165 famílias a bordo do navio Kasato Maru. Com atualizações freqüentes, a página acompanhará toda a programação do centenário.

Em seções fixas, o site terá informações sobre turismo, a trajetória da imigração, a história da família real japonesa, o Japão moderno, ícones da cultura nipônica (como mangás, judô, bonsais, ikebanas), o bairro da Liberdade e ainda consumo e tecnologia.

Em interação com o leitor, será possível enviar fotos, vídeos e histórias de famílias deixadas para trás no Japão e descendentes no Brasil. O especial da Folha Online dará ainda dicas de língua japonesa moderna. Videocasts e podcasts (com atualizações às quartas e segundas e às quartas e sextas, respectivamente) mostrarão personagens e discussões relacionadas à imigração japonesa e ao país.

"O conteúdo é extenso por conta da influência da cultura japonesa", diz Ricardo Feltrin, editor-chefe da Folha Online e colecionador de mangás (tem mais de 300 exemplares).

Um dos espaços trará receitas e dicas de culinária japonesa do blog Comes & Bebes, do editor de Arte da Folha Online Marcelo Katsuki.

E com atualizações por eventos, a galeria de fotos terá imagens relacionadas ao Japão e às comemorações do centenário, além de um álbum dedicado às imagens do navio Kasato Maru.

O site informa o que é necessário para ir ao Japão (o visto japonês para turistas custa R$ 57) e traz informações sobre o programa que leva brasileiros para trabalhar no país asiático e de como comunicar o nascimento de descendentes.

Documentos

Uma comissão de 150 voluntários, com idades entre 18 e 98 anos, trabalha na digitalização e tradução das certidões de embarque de 210 mil imigrantes de origem asiática que chegaram ao país em 322 navios, entre 1908 e 1972.